Venâncio Mondlane notificado num processo-crime de 2017 por difamação

0
58
Venâncio Mondlane

O cabeça de lista da Renamo, Venâncio Mondlane, acaba de ser notificado pela Procuradoria da Cidade de Maputo, como arguido num processo-crime de difamação de 2017.

Venâncio Mondlane, recebeu a notificação na tarde desta quinta-feira, um dia depois de ter regressado de viajem profissional ao estrangeiro, segundo escreve no seu Mural do Facebook, o jornalista Marcelo Mosse.

O cabeça de lista da Renamo na cidade de Maputo, perdeu a imunidade que gozava quando renunciou recentemente o seu mandato de deputado na Assembleia da República (AR), pela bancada do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), como também abandonou este partido e juntou-se a Renamo.

E a justiça não tardou a cair-lhe em cima, notificando-o, mas segundo escreve o jornalista Marcelo Mosse, durante estes meses todos a Justiça não se deu ao trabalho de solicitar a perda de imunidade do deputado à Comissão Permanente da AR.

A notificação que o cabeça de lista da Renamo, na cidade de Maputo, para as eleições autárquicas de 10 de Outubro próximo, recebeu esta quinta-feira, caiu como uma bomba em período de pré-campanha eleitoral.Venâncio Mondlane

Folha de Maputo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here