“Elias Dhlakama quer assumir a presidência do RENAMO”, acusam antigos guerrilheiros do partido

Antigos guerrilheiros da Renamo acusam o general Elias Dhlakama de pretender assumir a presidência daquele partido, sem passar por uma eleição.

Elias Dhlakama é irmão mais novo do falecido Presidente da Renamo, Afonso Dhlakama.
Esta acusação foi feita em Chimoio, província de Manica, pelo porta-voz dos veteranos da luta pela democracia, Sebastião Chapepa.

Entretanto, o membro da Comissão Política Nacional da Renamo, Alfredo Magumisse, disse que as informações são infundadas.

O general Elias Dhlakama é um brigadeiro do exército de Moçambique, é um comandante que está em pleno exercício das suas funções no exército moçambicano. Há incompatibilidade, ele não pode fazer actividade política activa, aliás, ele não tem como impor porque não pertence a nenhum órgão dentro do Partido. Provavelmente haja pessoas de má-fé ou oportunistas que queiram denegrir a imagem do general Elias Dhlakama, por outro lado distrair o partido”, disse Alfredo Magumisse, membro da Comissão Política Nacional da Renamo, refutando as informações segundo as quais o general Elias Dhlakama, irmão mais novo do falecido Presidente da Renamo, Afonso Dhlakama, pretende assumir o poder sem passar por uma eleição.

(RM)

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *