Familiares dos reclusos resgatados confirmam óbito dos dois

Loading...

Gangsterismo na PGR

Quando uma Procuradoria-Geral da República (PGR) está envolvida em crimes, em conluio com esquadrões de morte, inequivocamente não estamos num país sério: é um sítio chamado Moçambique.

Há-de ter julgado tanta boa gente que na cadeia, os criminosos, ou pelo menos os que lá estão, ficam seguros. É mentira! É a antecâmara da morte. Desminta-me quem tiver os tomates no lugar.

E o povo pode ser imbecilizado, desprezado, mas jamais será burro. Quem estiver a ler este texto, não olhe só para a pessoa de Nini Satar. Sou humano, tenho as minhas fraquezas. Mas contra factos não há argumentos. O Estado moçambicano foi tomado por gangues.

Na quinta-feira, à noite, a população de Moamba, arredores da cidade de Maputo, deu-se-lhe a assistir o de sempre. Havia dois corpos, sem vida, sepultados. Eram de José Ali Coutinho e Alfredo Muchanga. Trata-se das pessoas que a PGR e a Polícia disseram que fugiram. Qual carapuça!

A espectaculosa STV cobriu o cenário, e o difundiu na sexta-feira. Que dizer disto? Ou seja, Nini Satar também aqui entra? Pena de mim que sou enxovalhado em vão. Não fui eu quem deu regalias a Beatriz Buchili e os seus para não fazerem nenhum. Digo vigorosamente que há-de ser burro aquele que ainda acredita na PGR. Tanta areia aos olhos do povo para esconder o que não faz: trabalhar. Afinal por quê Beatriz Buchili ainda anda de Mercedes? É para defender os criminosos? Moçambique…

E o comunicado que a PGR correu a publicar há dias? A única culpa que assumo, é de publicar documentos que a PGR os considera sigilosos. É tudo na tentativa de provar aos meus irmãos moçambicanos quanta podridão anda na PGR. E nunca menti, trago sempre provas disso. E a PGR já alguma vez acertou? Muitos podem dormir sossegadamente naquele sono de Nini isto e aquilo. Nini, meus amigos, não morde. É vítima tanto quanto a maioria dos moçambicanos. Foda-se! Isso mesmo!

Como é que a PGR, antes de fazer qualquer investigação, corre e publica um comunicado ridículo em que diz que José Ali Coutinho fugiu? E mais: não devia ser a PRM a fazer esse comunicado? Nunca vi a PGR com tanta pressa para publicar um comunicado…

E ainda mais enviou o tal comunicado para toda imprensa.

Eu, o bode expiatório, vos vou provar, nos próximos dias, que a PGR está envolvida no assassinato de José Ali Coutinho. Aliás, não preciso de vos provar nada. Quem tem os tomates no lugar devia perguntar-se porquê ninguém foi detido por ter autorizado a saída de José Ali Coutinho das celas, alegadamente para ser ouvido na Primeira Esquadra. Com este discurso, até o boi já não dorme!

1- Vamos pensar com honestidade que José Ali Coutinho era conduzido, de facto, para a esquadra. Já fui preso. Conheço os caminhos que a Polícia usa. Devia ter usado a Ho chi Min, Karl Marx e por fim a Joaquim Lapa. Se é que ia para à Primeira Esquadra. Usar a Vladimir Lenine e ainda dizer que a viatura da escolta ficou retida no semáforo, cheira a podridão…

2- Um bandido que quer resgatar um comparsa, não joga tantas balas fora. Se não as tem. Quem tem balas para desperdiçar é a Polícia.

3- O motorista que conduziu José Ali Coutinho nunca antes havia pegado naquela viatura.
Entrou no carro minutos antes com esta missão.

4- Eles foram “resgatados” com vida e foram assassinados pela Polícia.
2horas depois ,conforme as testemunhas (ver o vídeo)

5- O pretexto de que era para serem ouvidos na Primeira Esquadra foi uma orquestração. Em abono da verdade, mal conseguida.

6- Coutinho e Muchanga haviam sido enterrados algemados. Os bandidos não têm algemas. Isso é coisa da Polícia e os famosos esquadrões de morte. Braços e tornozelos algemados? Valha-me Deus…

7- Houve até uma tentativa desesperada de roubar o corpo de José Ali Coutinho na morgue do hospital. Ainda são bandidos?

8- todo recluso que sai do comando sempre sai com 2 ou 3 viaturas de escolta. Neste caso não havia nenhuma viatura.

9-os corpos encontrados estavam 80% carbonizados.
Nâo sei como a nossa PGR
Consegue ter sono?

Se a nossa PGR fosse isenta e imparcial, e deixasse de perseguir Nini Satar, já teria havido melhor desfecho. Está claro que a PGR, em conluio com os esquadrões da morte, orquestrou o assassinato de Coutinho.

E sabem porque?
Os crimes a serem praticados no futuro seriam atribuídos a Coutinho
No epicentro sempre o nome de Nini Satar.

Os assassinatos de Giles Cistac, Dinis Silica, Paulo Machava, baleamento de Jaime Macuane,
Carlos jeque.entre tantos, nunca tiveram desfecho. E nem houve comunicados. A mim, ouçam e escrevam: a História me vai absolver.

O assassinato Do Coutinho foi premeditado com apoio beneplácito da PGR.

O Comunicado da PGR divulgado na noite do dia 25-04-17
Era para desviar atenções
A PGR tinha que divulgar o relatório da KROLL
Dois dias depois.

Deus, o verdadeiro, é que me há-de julgar. Que se danem as instituições imperfeitas criadas pelo Homem. É uma tentativa vã de subjugar o seu semelhante. Deus nunca falha. Aguarda por todos nós, mesmo os que têm regalias. Vítor Hugo disse no seu tempo: “parar é próprio da sonda e não do sondador” !
A senhora Buchili só tem uma alternativa: se demitir e entregar para ser julgada nestes crimes onde teve um papel activo para proteger este esquadrão….

Confira os vídeos.

Nini Satar

Loading...

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *