Presidente da Guiné Equatorial defende permanência do filho na política

O presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Nguema, defendeu este domingo que o seu filho e vice-presidente, condenado em França por lavagem de dinheiro, tem legitimidade para continuar na política. Sem confirmar se será o seu sucessor. Numa conferência com a imprensa internacional, realizada em Malabo, capital daquele país, Obiang também não confirmou se voltará a apresentar-se como candidato a um novo mandato como presidente, escreve o Observador. Em Outubro, Teodorín, como é conhecido, foi…

"Presidente da Guiné Equatorial defende permanência do filho na política"