O secretário-geral da Renamo afirmou, esta semana em Nampula, que três meses é período suficiente para o desarmamento, desmilitarização e a reintegração dos guerrilheiros do partido nas Forças