PR reconhece que aumento salarial na função pública é pouco

No segundo dia de visita à província de Maputo, o Presidente da República escalou o Município da Matola onde dirigiu um comício popular no bairro de Intaka.

Na ocasião, entre vários assuntos de que o Chefe de Estado falou, o reajuste do salário mínimo, principalmente na função pública, foi abordado. Filipe Nyusi disse que o Governo está consciente de que o aumento salarial na função pública é pouco, mas diz ser a capacidade que o Estado tem para continuar a pagar salários.

Filipe Nyusi recordou igualmente que o subsídio de funeral foi revisto, tendo aumentado a quase 100%. Mas considera que o mais importante é que este ano, o Estado vai retomar as promoções e progressões de carreiras a favor dos funcionários e que estavam congeladas desde 2015. E isso vai significar melhoria das condições salariais dos beneficiários.

O Chefe de Estado mostrou-se agastado pelo facto de cidadãos em idade eleitoral na província de Maputo não estarem a aderir ao recenseamento eleitoral. Até quarta-feira, a província tinha recenseado menos de 40% de eleitores.

Nyusi quer ainda o combate cerrado à criminalidade, roubo de gado e sequestros na província de Maputo e pede à população para ser cada vez mais vigilante.

Ainda na Matola, o Presidente visitou machambas, uma fábrica de óleo e sabão e almoçou com empresários.

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *