O porta-voz da PRM, Orlando Mudumane disse que os dois indivíduos ora fugitivos são pessoas com cadastro perigoso na polícia, sendo que se encontravam a cumprir penas de prisão