Brasileiro assume seu amor e marca casamento com sua cabra na igreja

Muitas pessoas já se casaram com seus animais de estimação, embora na maioria dos casos, a cerimónia de casamento tenha sido apenas um ritual simbólico realizado por familiares ou amigos.

 No entanto, o Brasil é um país muito rico e com uma diversidade cultural enorme, o que nos garante uma quantidade inacreditável de bizarrices dentro de nosso amado (e imenso) território nacional.

 Esse homem deixou de lado os preconceitos da sociedade ao seu redor e resolveu assumir publicamente seu amor pela sua cabra de estimação.

O aposentado Aparecido Castaldo, de 74 anos, um viúvo e pai de sete filhos, que queria se casar com sua cabra Carmelita em uma igreja evangélica. Mas, nenhuma das igrejas contactadas por ele quis realizar a cerimónia da união estável e religiosa do casal.

Essa união não foi muito bem aceita pelas instituições ecuménicas de Jundiaí (a mais ou menos 45 quilómetros da capital paulista).Então, inconformado, eventualmente contactou o velho amigo cineasta António Aparecido Firmino, mais conhecido como Toninho do Diabo, para realizar o enlace matrimonial.

O casamento está marcado para acontecer à meia-noite, no dia 13 de Outubro, na Igreja do Diabo, em São Paulo, enfim Aparecido vai se casar com Carmelita (que é o nome do animal).

O mestre-de-cerimónias será ninguém menos do que Toninho do Diabo, que se auto-intitula como o “emissário de Lúcifer na Terra” e é reconhecido nacionalmente como um dos líderes satanistas do Brasil.

“Só a nossa igreja aceitou este amor entre homem e animal, porque não temos preconceito, aqui não tem nenhum cabritofóbico”, disse Toninho, autor de estrondosos sucessos do cinema trash, como “O Ataque dos Pneus Assassinos” ou o mais recente, “A Fazenda do Diabo”.

O amor “berrando” mais alto Quando alguém questiona o mérito da união de Seu Aparecido com a cabra, o aposentado não tem pudor algum em responder o seguinte: “Ela é muito melhor que mulher porque só come capim, não faz compras no shopping e não fica grávida”.

Vale mencionar que os sete filhos de Seu Aparecido aprovam a decisão do pai aparentemente, ela já foi aceita como “madrasta”, pois todos os setes filhos já confirmaram presença no casamento, que promete um baita de um festão com direito a churrasco, evidentemente sem carne de cabra.

 Os pais da noiva, ao que parece, não concordam com a união. Por enquanto ninguém confirmou presença. Agora, quem não gostou muito desse inusitado matrimónio foram os activistas pelos direitos dos animais.

Apesar do casamento causar muita polémica na comunidade e ser foco de acusações de activistas dos direitos dos animais, a polícia disse que não pode fazer nada se não surgir uma acção de denúncia de maus-tratos por meio de entidades como Centros de Zoonose, Vigilância Sanitária ou entidades protectoras dos animais.

Mas sobre isso, não é preciso se preocupar: o noivo garantiu que não pretende fazer de sua noiva uma refeição. Ele está apenas procurando uma companhia para o resto de sua vida.

Ele planeja ter noite de núpcias com a cabra, mas não revela como será a intimidade do casal. Por outro lado, o que está preocupando um pouco os organizadores dessa cerimónia é o vestido da noiva.

Carmelita já comeu suas primeiras vestimentas durante as provas antes do casório. Enfim, realmente é verdade quando dizem que “cada panela tem a sua tampa”. Mesmo que o conjunto pareça inusitado, o que vale é a felicidade. Que os noivos sejam muito felizes!

Segundo Evangelho

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *