Incidências do conclave da Frelimo (1): “Plano de Nyusi chumbado pelos membros da Comissão Política e do Comité Central”

Afinal, segundo apurou o Integrity, hoje não houve nenhuma reunião da Comissão Política do Partido Frelimo, mas sim, o Presidente do Partido optou por entrevistar cada integrante daquele importante organismo deliberativo, onde perguntava às portas fechadas quem era o candidato de cada membro do CP, como se de um “ditador se tratasse”. Durante as entrevistas, conforme nos confidenciaram às fontes, Filipe Nyusi procurava persuadir a cada membro a aceitar um dos seus candidatos, mas quase todos rejeitaram os três pré-candidatos de Nyusi, nomeadamente: Roque Samuel Silva, Daniel Chapo e Damião José.

De acordo com as fontes da “Integrity”, chegados a derradeira sessão do Comité Central extraordinário, Filipe Nyusi apresentou ao organismo os seus candidatos, mas para a sua infelicidade, os mesmos foram todos chumbados e abriram-se as “portas” para que os que pretendem concorrer apresentem suas candidaturas.

Desta forma, arrancava a noite das “facas longas” na Frelimo, um dia que promete ser impróprio para cardíacos, uma vez que já existem figuras que já vem se preparando para este processo há mais de dois anos. O parto desta vez na Frelimo irá precisar de todos os tipos de especialistas, porque a tácticas que Nyusi elaborou não surtiram efeitos, ou seja, quando o actual timoneiro do partido e do País acreditava que tudo estava controlado, eis que a idoneidade dos membros da Comissão Política (CP) e do Comité Central (CC) pesou mais.

No entanto, “Integrity” apurou que o número de pré-candidatos irá reduzir e algumas alas já têm um acordo para saírem vitoriosas deste longo processo que marcará o fim da pujança política do actual dirigente do Partido, Filipe Jacinto Nyusi. (Omardine Omar)

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Content Protection by DMCA.com