Afonso Dhlakama terá funeral oficial

Conselho de Ministros cria comissão para prestar assistência à família e Renamo e Nyusi suspende visita ao exterior

O Governo de Moçambique decidiu realizar o “funeral oficial” do líder da Renamo e membro do Conselho de Estado em data a decidir pela família.

A decisão foi tomada no final da tarde desta sexta-feira, 4, pelo Conselho de Ministros que, em nota enviada à imprensa, “apresenta a família enlutada e ao partido Renamo as mais sentidas condolências”.

Em consequência, foi adiada a visita do Presidente da República, Filipe Nyusi à Noruega e Finlândia.

O Governo criou uma comissão composta pelos ministros da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos e das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos e pela vice-ministra da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural “para junto da família e do partido Renamo prestar o devido apoio e assistência”.

O Conselho de Ministro apelou os moçambicanos “dentro do espírito da paz, harmonia e reconciliação, a manterem a calma e serenidade”.

VOA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *