A empresa de gestão aeroportuária em terra, MHS, anunciou a rescisão do contrato com a empresa subcontratada, Macro Segurança (MS), depois de terem sido flagrados dois agentes daquela