Venâncio Mondlane vai ou não participar no Congresso? De que lado reside a verdade entre José Manteigas e Elvino Dias?

Foi durante uma entrevista concedida aos órgãos de comunicação social que o Porta-voz do Partido RENAMO, José Manteigas disse que “Venâncio Mondlane não vai participar no Congresso. Porque para participar deste congresso, há elementos, há pressupostos (…) os estatutos elencam quem participa do Congresso. Os que são eleitos ou os que vêm para o Congresso em eleição ou por eleição são os delegados que devem concorrer no distrito e na província.”

De acordo com José Manteigas, “o processo de eleição começa no distrito. Um indivíduo pode passar no distrito, mas não passar na província. É o caso dele. Ele foi eleito no distrito e quando chegou na província foi chumbado (…).” Acrescentando, Manteigas explicou que existem dois pressupostos, sendo o primeiro deles ser membro de um dos órgãos sociais do partido e membro de direcção de uma delegação, o que Venâncio Mondlane não é. O segundo pressuposto é que fosse candidato à presidência do partido, mas a sua candidatura foi chumbada, ou seja, não reuniu os requisitos.

José Manteigas repisou que Mondlane poderia estar no Congresso como convidado, mas o partido é soberano de convidar quem quer que seja, assim como, de não convidar. De salientar que estas declarações surgem num momento em que faltam algumas horas para o arranque do VII Congresso da Perdiz que será realizado na vila municipal de Alto-Molócuè, na província da Zambézia.

Lembre-se que há dois dias em Quelimane, Venâncio Mondlane realçou perante à imprensa e seus apoiantes que “não há perfil que me pare. Eu vou ao congresso!” Mondlane disse que foi eleito tanto no distrito, assim como, na província, mas um indivíduo chamado por Samuel Manjate que foi mandatado pelo Presidente Ossufo Momade chegou no local e afirmou que a eleição era inválida. Perante esta situação Venâncio Mondlane produziu um ofício para a direcção do partido para repor a verdade e garantir a sua presença no Congresso, que segundo ele, “haverá um tremor de terra na sala onde vai se realizar o congresso e todos o irão eleger.”

Reagindo às informações similares, o advogado de Venâncio Mondlane, Elvino Dias publicou dois textos na sua página de Facebook, onde afirma que “outra vez os delírios do dr. Manteigas (…) qual é o órgão colegial que reuniu e deliberou sobre o que ele disse? Quer dizer, é só beber um bom vinho, chamar a imprensa e falar verborreias? Ele como jurista conhece o teor do normativo que regula a eleição do presidente do partido? Leu o artigo 3 desse regulamento? Porquê desfilar ignorância publicamente? (INTEGRITY)

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Content Protection by DMCA.com