SOCIEDADE

Orlando Quilambo diz que é urgente limitar o número de estudantes nas universidades

 O número de estudantes da Universidade Eduardo Mondlane subiu de 27 489, em 2011, para mais de 39 mil, em 2015. O Reitor da UEM, Orlando Quilambo, diz que é preciso limitar o aumento de estudantes e garantir maior qualidade no ensino.
Num evento que juntou governantes, organizações não-governamentais e comunidade estudantil, o reitor da Universidade Eduardo Mondlane prestou, hoje, o informe anual de 2015 sobre as realizações da instituição de ensino.
Orlando Quilambo diz que é preciso estabilizar o crescimento da comunidade estudantil, que aumentou em 30% de 2011 a 2015 e garantir maior qualidade de ensino.
O reitor da UEM exige ainda flexibilidade dos estudantes na conclusão de projectos de fim de curso, de modo a libertar vagas a novos estudantes.
No seu informe anual, o reitor referiu que houve aumento de estudantes do sexo feminino na UEM, entretanto alerta que o equilíbrio de gênero na instituição ainda é um imperativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *