Daniel Chapo é o novo Secretário-Geral interino do Partido Frelimo

Foi através de um comunicado de imprensa emitido nesta segunda-feira (13.05) pela Comissão Política do Partido Frelimo, dirigida pelo Presidente Filipe Nyusi que se decidiu pela designação de Daniel Francisco Chapo para exercer o cargo de Secretário-geral Interino, até a eleição do novo SG da Frelimo, em sede da sessão do Comité Central (CC).

Segundo consta no comunicado, “a Comissão Política exorta os quadros, militantes e simpatizantes do Partido, a todos os níveis, a continuarem a cultivar o espírito de união, coesão, patriotismo e dinamismo, nas diversas acções do Partido, rumo a vitória nas eleições de 09 de outubro.”

Lembre-se que Daniel Chapo foi eleito pelo Comité Central da Frelimo realizado no passado dia 05 de maio passado como candidato presidencial para as eleições de 09 de outubro próximo. Daniel Francisco Chapo, de 47 anos de idade é natural de Inhaminga, no distrito de Cheringoma, na província central de Sofala e foi eleito na 2ª volta do escrutínio interno com 94.1% dos votos equivalentes a 225 votos válidos, deixando para trás Roque Samuel Silva que desistiu após ser derrotado na 1ª volta.

Daniel Francisco Chapo nasceu a 06 de janeiro de 1977, na vila de Inhaminga, distrito de Cheringoma, na província de Sofala. É filho de Francisco Chapo e de Helena dos Santos Chiremba. Na infância, frequentou o ensino primário, entre 1982 e 1985, no distrito de Inhaminga, sua terra natal. De 1986 a 1987, continuou o ensino primário na Escola Primária Josina Machel, no distrito de Dondo, onde entre 1988 e 1996, fez o ensino secundário do primeiro ciclo. De 1997 a 1998, concluiu o ensino secundário geral do segundo ciclo na Escola Secundária Samora Machel, na cidade da Beira.

Trabalhou como locutor na Rádio Miramar na cidade da Beira e Rádio Comunitária de Nacala-Porto, na província de Nampula.

Daniel Francisco Chapo é licenciado em Direito pela Universidade Eduardo Mondlane (UEM), a maior instituição de ensino superior do País. Fez um curso de Conservador e Notariado, na província de Maputo. De 2013 a 2014, fez o mestrado em Gestão de Desenvolvimento pela Universidade Católica de Moçambique (UCM), na delegação de Nampula.

Daniel Francisco Chapo foi nomeado conservador para o distrito de Nacala-Porto em 2005. Enquanto advogado de profissão, estagiou na Ordem dos Advogados de Moçambique (OAM), entre 2007 e 2008. Em 2009, foi docente de Direito Constitucional e Ciências Políticas, na então Universidade Pedagógica, delegação de Nacala, onde viria a ser administrador de Nacala-a-Velha. Em novembro de 2015 viria a ser transferido para Palma, na província de Cabo Delgado e em março de 2016 foi nomeado governador de Inhambane.

Nas eleições de 15 de outubro de 2019 concorrer a governador de Inhambane, onde viria a ser eleito e tomou posse a 22 de janeiro de 2020. Quatro anos depois, depois de ter sido colocado na curta lista da Comissão Política do Partido Frelimo como “fauna acompanhante”, Daniel Chapo acabou saindo pela porta grande do Comité Central da Frelimo como o candidato do Partido para às eleições gerais, legislativas e provinciais de 09 de outubro de 2024, onde antevê-se que caso seja eleito será o primeiro Presidente de Moçambique oriundo da zona centro e nesta segunda-feira (13.05) assume mais uma responsabilidade do Partido Frelimo, em substituição de Roque Samuel Silva que renunciou ao cargo após perder nas internas. (Omardine Omar)

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Content Protection by DMCA.com