Três civis e dois militares morrem em mais um ataque em Macomia

Cinco pessoas perderam a vida, na passada quinta-feira, em mais um ataque levado a cabo pelos insurgentes, na aldeia Cogolo, no Posto Administrativo de Mucojo, distrito de Macomia. Trata-se de três civis (dois idosos com deficiência visual e uma menor) e dois militares, cujas vidas foram interrompidas por mais uma incursão militar do grupo que aterroriza a província de Cabo Delgado, desde Outubro de 2017.

De acordo com as fontes, os malfeitores entraram na aldeia por volta das 19 horas e, para distrair as Forças de Defesa e Segurança (FDS), que se encontravam no local, dividiram-se em dois grupos, onde um atacou os civis e outro a posição militar. Aliás, as fontes asseguram que a intervenção das FDS foi crucial para retrair a acção dos malfeitores.

Contudo, não conseguiram evitar a perda de mais três cidadãos civis e dois militares, que encontraram a morte em combate. As fontes contam ainda que, para além de queimar residências, os insurgentes queimaram mantimentos dos militares e levaram armamento.

Sublinhar que é pela terceira vez que aquele grupo ataca a aldeia de Cogolo. O último teve lugar em Dezembro de 2018, onde assassinaram um cidadão. Por isso, as FDS reforçaram a segurança na região que parte da aldeia de Cogolo até ao Posto Administrativo de Quiterajo.

Refira-se ainda que um outro ataque teve lugar na aldeia Makulo, no distrito de Mocímboa da Praia, na noite da última terça-feira, mas sem vítimas humanas.

 (Carta)

Loading...

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *