Jovem com ” eu sou ladrão e vacilão” tatuado na testa voltou a roubar

O jovem de 18 anos que se tornou conhecido por lhe terem tatuado a testa à força, com a inscrição “eu sou ladrão e vacilão”, foi ontem detido por ter roubado um telemóvel e uma peça de roupa de um centro de saúde em São Bernardo de Campo, no Brasil.

De acordo com o G1, os agentes de autoridade que procederam à detenção do jovem, ao preencher o registo da ocorrência, escreveram o nome do rapaz seguido de “vulgo ladrão e vacilão”, conforme pode ver abaixo.

A publicação questionou a Secretaria da Segurança Pública (SSP) sobre a situação mas não obteve resposta.

Recorde-se que o jovem foi vítima de um ataque, em julho de 2017, por dois homens que lhe tatuaram a inscrição na testa, em São Bernardo do Campo. Os dois homens acabaram por ser detidos e o rapaz recebeu ajuda para remover a tatuagem.

O jovem, que tem problemas de dependência de drogas, esteve internado numa instituição durante 16 meses, para acompanhamento psiquiátrico e psicológico. “Ele estava internado de forma voluntária, agora já tem mais de 18 anos e pode tomar as próprias decisões. Ele não estava mais aderindo ao tratamento”, disse a psicóloga Marcela Abrahao da Silveira à mesma publicação.

Em 2018, já havia sido detido pelo furto de dois desodorizantes num supermercado.

Folha de Maputo

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *