“Insólito político”: Presidente da Frelimo congratula reeleição do Presidente da RENAMO

Desde que Ossufo Momade ascendeu à presidência da RENAMO, entre 2018 e 2019, constantemente vem sendo acusado de agir em complacência com o Presidente do Partido Frelimo. Acusações que sempre foram negadas por Ossufo Momade, mas no último final de semana, os moçambicanos ficaram atónitos quando o Presidente da Frelimo, Filipe Nyusi, através da sua página oficial do Facebook congratulou o Presidente do maior partido na oposição e candidato à presidência pela RENAMO.

Filipe Nyusi disse: “durante a minha estada aqui [Ruanda] soube da reeleição de Ossufo Momade ao cargo de Presidente da RENAMO, a quem felicito junto do seu partido por ter dado um passo importante pela democracia do nosso País.”

Este acto vem levantando várias interrogações sobre as reais intenções de Filipe Nyusi que estranhamente nunca chegou a congratular os outros candidatos, mas sim, acabou felicitando Ossufo Momade que nos últimos meses viu-se cercado de várias críticas devido ao seu posicionamento após as eleições autárquicas, onde perante os apoiantes do partido chegou a criticar “viva, os ladrões de voto (…)”, frase que acabou rapidamente corrigindo.

Ainda na senda das “gafes argumentativas de Ossufo Momade”, acabou chamando Filipe Nyusi de “nosso Presidente”. Esta afirmação foi imediatamente interpretada pela sociedade civil como se a mesma fosse confirmação clara de que “Momade é um homem da Frelimo.” As acusações continuaram a elevar-se até que ontem (19.05), o Presidente da Frelimo, que também é da República acabou colocando mais combustível das chamas, congratulando Momade por sua reeleição à presidência da Perdiz e adversário da Frelimo nas eleições de 09 de outubro próximo.

Ossufo Momade que através do Gabinete do 2º candidato mais votado vem recebendo do governo de Filipe Nyusi mais de 8 milhões de meticais, estatuto que o anterior líder do Partido, o falecido Afonso Dhlakama nunca chegou a aceitar até a sua morte em 03 de maio de 2018. De salientar que durante o 7º congresso em que Momade foi reeleito com 382 votos, os adversários internos acabaram criticando a sua forma de gerir o partido e esperam que agora possa mudar de estratégia, incluindo todos os restantes membros que nos últimos anos foram encostados pela liderança da Perdiz.

No entanto, a quem defende que a felicitação de Filipe Nyusi se enquadra no âmbito do DDR em curso, uma situação que segundo nos explicaram caso Ossufo Momade perde-se, a pessoa que iria o substituir iria exigir novas negociações e a mudança dos termos do acordo, o que afectaria bastante a administração de Nyusi que vem usando este processo como um triunfo político de pacificação e unidade nacional. (Omardine Omar)

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Content Protection by DMCA.com