Ministro do Interior diz que vídeo que mostra crueldade contra uma mulher indefesa foi feito por terroristas

O governo distancia-se dos alegados casos de violação de direitos humanos, protagonizados por Forças de Defesa e Segurança (FDS), no teatro de operações de Cabo Delgado.

Em declarações à imprensa no final da sessão ordinária do Conselho de Ministros, esta terça-feira, o Ministro do Interior, Amade Miquidade fez saber que os terroristas envergam fardamento idêntico ao das Forças de Defesa e Segurança para realizar a sua propaganda contra o estado moçambicano.

“ Temos estado a registar nos últimos tempos imagens e vídeos de acções atrozes brutais contra cidadãos. Queremos aqui aclarar que os terroristas envergam fardamento uniforme idêntico ao que usam as Forças de Defesa e Segurança. O que os identifica entre eles, é que nas suas incursões colocam sinais para que entre eles se conheçam”, disse o ministro do Interior, Amade Miquidade reagindo a um vídeo que mostra um grupo de indivíduos trajando uniforme militar, a executar a tiros uma cidadã completamente nua, depois de ter sido violentamente espancada.

O Ministro do Interior fez saber que decorre um processo investigativo que visa identificar o núcleo de preparação dos vídeos postos a circular dando conta da violação de cidadãos moçambicanos, em Cabo Delgado

Entretanto, as Forças de Defesa e Segurança reiteram a sua determinação na defesa da integridade territorial, da soberania, da unidade nacional, da liberdade do cidadão e segurança dos meios de desenvolvimento da Nação, bem como a sua lealdade ao seu Comandante-em-Chefe, Filipe Nyusi. ( RM)

Adicionar um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *