Inobservância de medidas de prevenção poderá agravar contaminação pelo Covid-19

A inobservância das medidas de prevenção contra o novo coronavírus no país, poderá agravar os níveis de contaminação, com o regresso de moçambicanos da vizinha África do Sul.

Quem assim o diz é o director geral do instituto nacional de saúde, na conferência de imprensa de actualização de dados da Covid-19.

Ilesh Jani respondia a uma questão colocada pela Rádio Moçambique, sobre que influência o aumento galopante de casos da Covid-19 na vizinha África do Sul, pode representar para Moçambique.

O alerta é reforçado numa altura em que o número de óbitos e de infecções continua a disparar no país.

Dados ilustrativos apontam para o registo de mais um óbito ocorrido na província de Tete, elevando para onze o cumulativo de mortes pelo novo coronavírus.

O país notificou ontem, mais 29 casos de infecção pelo novo coronavírus, elevando o cumulativo para 1536 pessoas diagnosticadas com a doença desde o início da epidemia, sendo que 1.380 são de transmissão local e 156 importados.

Adicionar um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *