Incêndio destrói parte do arquivo clínico do Hospital Central de Maputo

Uma parte do arquivo clínico do Hospital Central de Maputo (HCM) ficou completamente destruído por conta de um incêndio de grandes proporções que iniciou por volta das 4:30 da manhã.

O fogo consumiu processos clínicos dos pacientes e algum material de trabalho que na altura, ali se encontravam.

No local, são visíveis as marcas deixadas pelas chamas que apesar dos elevados danos causados felizmente, não fizeram vítimas humanas.

Em termos de prejuízos, é prematuro ainda avançar-se com informação, mas uma avaliação preliminar feita no local, indica a destruição total do histórico clínico de cerca de 500 pacientes.

O corpo de bombeiros, foi solicitado a intervir tendo se feito imediatamente ao local e conseguido controlar a situação por volta das 8:30. Alias, foi devido a pronta intervenção do corpo de salvação publica que as chamas provocadas pelo incêndio não atingiram outros serviços nas proximidades como a Anatomia Patológica.

Só para se ter uma ideia da dimensão do incêndio, foram necessários três camiões com água para controlar o fogo.

Desconhece-se por enquanto as reais causas do incêndio aguardando-se ainda pelos resultados das investigações que serão desencadeadas por uma comissão designada para o efeito. (HCM-DCI).

Tags:

Adicionar um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *