COVID-19: Grupo de voluntários promove higienização do ambiente hospitalar no HCM

Um grupo de jovens voluntários, a cargo da empresa LIN Limpezas, iniciou na manhã do dia 28, trabalhos de desinfecção do ambiente hospitalar na maior unidade sanitária do país.

Na base de álcool e gel pretende-se que a desinfecção venha a ser contínua, e abranja áreas tidas como críticas, onde existe maior risco de transmissão de infecção e locais ocupados por pacientes.

Esta iniciativa, segundo deu a conhecer Lineu Candeeiro, Director Geral da empresa, surge em resposta aos apelos do governo no sentido de adoptar-se medidas de prevenção face ao surgimento de casos do novo coronavírus no país.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a limpeza das áreas críticas hospitalares deve ser feita, no mínimo, duas vezes ao dia e quando houver necessidade, mas Lineu avança que a sua empresa limitar-se-a a fazer a desinfecção em dias alternados dada a limitação de recursos.

Por conta disso, a nossa fonte apela ao bom senso para quem poder apoiar em recursos como álcool, gel, javel, luvas, mascaras apropriadas, ou outro tipo de material, de modo a garantir a continuidade desta actividade.

Esta é a primeira vez que a empresa desencadeia este tipo de actividade num hospital público do país, a título gratuito.

#JuntosPorUmHospitalMelhor

Adicionar um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *