Cabo Delgado preparado para tratar os primeiros 20 doentes do COVID-19

Cabo Delgado,  ainda não registou casos do novo coronavírus, mas as autoridades já estão preparadas para tratar doentes em caso da eclosão da pandemia.

Para fazer face a doença, o governo transformou o centro de saúde 18 de Outubro, localizado na cidade de Pemba, numa unidade especializada para o tratamento do COVID19.

“Estamos a trabalhar para que a província não registe casos de Coronavírus, mas se não conseguirmos evitar a sua eclosão já preparamo-nos para o tratamento. E numa primeira fase temos capacidade para internamento de 20 doentes, saúde 18 de Outubro que foi desactivado para atender casos de Coronavírus. Mas estamos a preparar outras 20 camas na enfermaria de epidemiologia no Hospital Provincial de Pemba, para atender as situações que forem surgindo,  confirmou o médico chefe provincial, Magid Sabuna.

Em relação a medicamentos, a fonte garantiu a existência de fármacos suficientes para pelo menos atender os primeiros casos que forem notificados.
“Entre os medicamentos disponíveis que consideramos suficientes, estão os antibióticos, mas também temos oxigénio em quantidade considerável, uma vez que o Hospital Provincial de Pemba, possui uma unidade de produção de oxigénio, garantiu Magid Sabuna.

Entretanto, apesar de estar preparado para atender casos de COVID-19, Cabo Delgado tem outras necessidades que poderão ser resolvidas nos próximos dias.

Segundo a fonte, a província ainda não possui  “ventiladores, e precisamos de mais kits de recolha de amostras para diagnósticos, uma vez que temos apenas 20, e mais termómetros infravermelhos e mais pessoal para fazer a monitoria dos pacientes em quarentena.

Numa primeira fase, segundo apurou “O País”, o tratamento do Coronavírus será feito apenas na cidade de Pemba, mas as autoridades, mas quase todos 17 distritos da província, estão a ser criadas condições para o isolamento de doentes com COVID-19”.

Desde a eclosão do novo Coronavírus, em Cabo Delgado, foram rastreadas cerca de 8 mil pessoas, nos principais pontos de entradas da província, mas apenas  161 estiveram em quarentena domiciliária.

O País

Loading...

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *