Renamo exige demissão imediata do PR Filipe Nyusi

A exigência da Renamo foi feita a instantes, através do seu porta-voz, José Manteigas, em conferência de imprensa em Maputo.

O partido reage desta forma às revelações e evidências apresentadas no julgamento do caso das dívidas ocultas, que decorre em Nova Ioque, indicando que o Presidente da República recebeu 1 milhão de dólares e o partido 10 milhões, para o financiamento da campanha eleitoral em 2014.

Nós, os moçambicanos, exigimos ao senhor Filipe Jacinto Nyusi que se demita imediatamente do cargo de Presidente da República“, afirmou Manteigas.

Para a Renamo, “o Mais Alto magistrado da Nação, que devia ser exemplo exímio de boa conduta, não tem condições morais para propalar discursos de combate à corrupção e muito menos de respeito à Constituição e à Lei“, disse o portal-voz do partido.

Igualmente, a Renamo insta a PGR a “acionar todos os mecanismos constitucionais e legais, para o apuramento da verdade e consequente responsabilização civil e criminal de todos os implicados“.

Loading...

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *