Ivone Soares reage perante a acusação de ser financiadora da “Junta Militar”

Ivone Soares convocou imprensa para reagir a uma acusação segundo a qual ela, juntamente com outros deputados da Renamo na Assembleia da República, estaria a financiar a “Junta Militar”, liderada por Mariano Nhongo.

Segundo ela, as referidas acusações são falsas.

Sempre que me envolvi em assuntos militares foi única e exclusivamente para trazer a Paz para Moçambique” – afirma Ivone Soares

A Chefe da Bancanda da Renamo na Assembleia da República reagiu desta forma à acusações segundo as quais ela é uma das pessoas que financiam a “Junta Militar”.

Soares começou por recordar o seu envolvimento com vista a aproximação dos líderes da Frelimo e da Renamo, que culminaram com a assinatura de um acordo entre Armando Guebuza e Afonso Dlakhama, e mais tarde na aceitação de tomada de posse dos deputados da Renamo, apesar de o partido contestar os resultados em 2015. “Tinha mais motivos para querer guerra quando ainda não era mãe e o líder do partido era meu tio e podia me dar mais protecção“, disse.

Recentemente tivemos (a Renamo) um conflito que eu tratei de interno. Infelizmente, os acontecimentos desenrolaram-se de um modo que as partes não conseguiram ter um entendimento” disse Soares, sobre as divergências entre Ossufo Momade e Mariano Nhongo, explicando que ela própria tentou aproxima-los.

A pedido do Presidente do meu partido, General Ossufo Momade, fiz contactos com o General Mariano Nhongo. Mas ele (Nhongo), disse categoricamente que não queria negociação com o presidente do partido. Lavei as mãos deste assunto e não tenho nenhum envolvimente” afirmou.

Loading...

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *