Manuel de Araújo apela a despartidarização da PRM na Zambézia

O cabeça-de-lista à Governador da província da Zambézia pelo partido RENAMO, Manuel de Araújo, apela a despartidarização da Polícia da República de Moçambique na Zambézia, devido a frequente onda de espancamento de membros e simpatizantes do seu partido, por parte de agentes daquela corporação.

Manuel de Araújo, falava ontem, sábado (07), em Quelimane, à margem das celebrações das assinaturas dos acordos de lusaka.

O cabeça-de-lista à Governador da província da Zambézia pelo partido RENAMO, afirma ainda que em vários distritos, a actividade política é reservada ao parido no poder.

“Ainda anteontem, tivemos um caso flagrante em que um jovem docente, por ter recebido o cabeça-de-lista à Governador da província da Zambézia pelo partido RENAMO, foi assaltado junto a sua esposa. Temos um outro caso na localidade de Pinda, em que membros da RENAMO foram violentados pelas autoridades policiais, para que não exercessem o direito a livre reunião e manifestação. Em Inhassunge, um cidadão por ter cumprimentado cabeça-de-lista da RENAMO, foi espancado e arrancaram-lhe seus bens”-contou Manuel de Araújo.

Segundo avançou Manuel de Araújo, os casos a cima mencionados foram reportados às autoridades competentes.

Fonte: Jornal Txopela

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *