Jurista Elísio de Sousa ridiculariza candidatura de ” Dinho Ex ” a Presidente da República

O então famigerado jurista Elísio de Sousa manifestou através das redes sociais o seu total e profundo desagrado ao tomar conhecimento de que  o novo partido criado em Moçambique, PODEMOS, irá submeter o nome de Hélder Mendonça ao Conselho Constitucional como candidato à Presidente da República.  Hélder Mendonça é conhecido nos meandros do entretenimento como Dinho Xs Zouk.

Dinho XS é responsável pela maior parada de música tropical no país, denominada Festival Zouk, que nos últimos anos trouxe ao país nomes sonantes daquele estilo musical com raízes africanas.

O jurista considera o assunto de concorrer a Presidente da Republica muito sério

Não basta ter mais de 35 anos de idade para acordarmos e dizermos que queremos ou PODEMOS dirigir um país. Ser presidente não pode ser sorte como se de totobola se tratasse. Bagagem precisa-se. Bagagem política e intervencionista.” escreveu Elísio de Sousa.

Por conta do post, o jurista vem recebendo muitas criticas dos internautas, muitos chegaram a dizer a dizer que o mesmo desta vez fugiu dos seus textos habituais.

“Ilustre Elísio de Sousa! Vê bem… me parece que alguém está usar sua conta do Facebook para publicar artigos a sua revelia…

Nós todos PODEMOS sim…” escreveu um internauta.

LEIA NA ÍNTEGRA O TEXTO DO DR ELÍSIO DE SOUSA

“É A ISTO QUE CHAMO DE BRINCADEIRA DE PÉSSIMO GOSTO

▪️ Eleições Gerais é coisa muito séria.

Desculpa, mas não podemos brincar de ser Presidente da República. Esse é um assunto sério. Aliás, muito sério. Não sou preconceituoso e defendo a maior intervenção de jovens na política e em todos outros ramos da sociedade. 
Mas, desculpem, vamos lá falar à sério.

Não basta ter mais de 35 anos de idade para acordarmos e dizermos que queremos ou PODEMOS dirigir um país.

Ser presidente não pode ser sorte como se de totobola se tratasse. Bagagem precisa-se. Bagagem política e intervencionista.

Caro jovem, o que é que fizeste ou tens feito que nos faça legitimar tamanho atrevimento? Gerir lojas e cantores? Vamos lá falar a sério.

Vamos lá fazer das eleições um momento de festa e de disputas sérias. Nada de zombaria. Não PODEMOS brincar de Moçambique. Moçambique não é para isso.

Todos nós queremos ser Presidentes da República, mas, infelizmente, nem todos PODEMOS!”

Deixe sua opinião em relação a publicação do Dr Elísio de Sousa nos comentários.

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *