Venâncio Mondlane e Samora Machel Júnior apresentam reclamação à CNE

Se a CNE mantiver a decisão, deverá remeter o processo ao Conselho Constitucional.

A Renamo e a Associação Juvenil Para o Desenvolvimento de Moçambique entraram ontem na primeira batalha contra as deliberações da Comissão Nacional de Eleições.

A Renamo quer que a CNE recue na decisão de afastar Venâncio Mondlane, cabeça-de-lista deste partido, em Maputo, para as eleições autárquicas de 10 de Outubro.

A AJUDEM luta para que a CNE retire a decisão de desqualificar (alegadamente por insuficiência de suplentes) toda a candidatura desta Associação juvenil, cuja lista é encabeçada por Samora Machel Júnior.

A Renamo foi a primeira a entregar a reclamação, por volta das 9h00. Às 11h00, foi a vez da AJUDEM.

Ler mais na versão PDF do Diário CanalMoz, mediante subscrição.

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *