Assassino de quatro moçambicanos condenado a quatro prisões perpétuas

Famílias podem não ser indemnizadas porque as vítimas viviam ilegalmente na África do Sul O sul-africano Welcome Solani Boni, que matou dois casais de jovens moçambicanos com bomba de petróleo em Outubro do ano passado no bairro do Soweto, em Joanesburgo, foi condenado a quatro penas de prisão perpétua na quinta-feira, 8. O julgamento de Boni, de 45 anos de idade, começou no tribunal regional de Protea, no Soweto, mas foi transferido para o Tribunal…

"Assassino de quatro moçambicanos condenado a quatro prisões perpétuas"