Barão da droga ” El Chapo ” condenado a prisão perpétua

O mexicano Joaquín Guzmán, conhecido como ” El Chapo “, foi condenado nesta quarta-feira, 17, à prisão perpétua por um tribunal federal em Nova Iorque, Estados Unidos, por tráfico de drogas.

O dono do cartel de Sinaloa, considerado o maior do mundo, também foi sentenciado a mais 30 anos de prisão por porte de armas de fogo e a entregar 12,6 mil milhões de dólares.

A sentença responde ao pedido dos procuradores, que, além da prisão perpétua pelos crimes relacionados ao tráfico, tinham defendido mais 30 anos de prisão pelo uso de armas de fogo.

Momentos antes de a sentença ter sido anunciada, El Chapo disse que está submetido a um tratamento cruel.

“Foi uma tortura mental, emocional e psicológica 24 horas por dia, cruel e desumana”, afirmou o traficante que considerou que o julgamento não foi justo.

El Chapo deve ficar na Instalação Máxima Administrativa Penitenciária dos Estados Unidos, no Colorado, que é conhecida como ADX, a mais restritiva no país e de onde ninguém conseguiu escapar desde a sua inauguração em 1994.

Em Fevereiro, Joaquín “Chapo” Guzmán foi considerado culpado por um grande júri de 10 acusações, entre elas a de traficar ou tentar traficar mais de 1.250 toneladas de drogas aos Estados Unidos, principalmente cocaína, conspiração , uso de armas de fogo e por liderar empreendimento criminoso.

As provas do processo contra El Chapo, recolhidas desde a década de 1980, indicaram que o cartel de Sinaloa contrabandeou drogas para os Estados Unidos durante os 25 anos em que Chapo esteve activo.

VOA

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *