Mais uma vez, o magnata dos EUA, Donald Trump, expressou sua profunda repugnância pelos africanos, referindo-se a eles como preguiçosos, apenas bons em comer, fazer amor e matar.