Concurso Internacional de Fotojornalismo “Andrei Stenin 2021” abre inscrições

O 7o Concurso Internacional de Fotojornalismo Andrei Stenin acaba de ser lançado em Moscou. Conforme a tradição, as inscrições abrem-se na data de aniversário natalício do fotocorrespondente especial da Sputnik, o homenageado do concurso.

Fotógrafos profissionais da faixa etária 18-33 anos podem enviar as suas fotos através dos site https://stenincontest.com (em inglês). O concurso tem quatro categorias: “Notícias Principais”, “Esporte”, “O Meu Planeta” e “Retrato. O Herói do Nosso Tempo”, que recebem séries fotográficas e fotos separadas. Uma pessoa pode participar em cada categoria com uma foto separada e uma série. Os trabalhos são recebidos até o dia 28 de fevereiro de 2021.

O primeiro, o segundo e o terceiro prêmio em cada categoria são de 125 mil rublos, 100 mil rublos e 75 mil rublos (cerca de $ 1.700, $ 1.360 e $ 1.020, respectivamente). Haverá também o Grande Prêmio do Concurso Stenin: 700 mil rublos (cerca de $ 9.540).

Outra vantagem importante para todo jovem fotojornalista é a oportunidade de mostrar os seus trabalhos em plataformas russas e internacionais. A exposição ambulante já tornou-se uma parte indispensável do concurso, abrangendo dezenas de cidades na Europa, Ásia, América Latina, África e no Oriente Médio.

Em 2018, a sede da principal organização internacional cuja missão é reforçar a paz e a segurança de todos os países, a Organização das Nações Unidas (ONU) passou a acolher esta exposição ambulante. Em 2019, o prédio do Conselho da Europa em Estrasburgo também tornou-se uma sala de exposições das obras do concurso.

A curadora do Concurso Internacional de Fotojornalismo Andrei Stenin, chefe do Serviço de Projetos Visuais da Sputnik, Oksana Oleynik, comenta assim o início da nova edição do concurso: “Lançar mais um ano do nosso concurso é sempre para nós uma emissão de adrenalina profissional. É a expetativa alegre de novos trabalhos, de novos nomes, de novas descobertas. Neste ano, o início do concurso nestas condições, difíceis para todo o mundo – nas condições da pandemia da Covid-19 – é também algo simbólico. Novas circunstâncias vitais podem mudar os costumes, ditar novas regras de trabalho, mas não podem alterar os valores básicos: o professionalismo, o desejo de criar, de compartilhar ideias e visão do mundo com o espetador eventual. O nosso concurso não para. Estamos convencidos de que os nossos participantes tampouco. Acrditamos neles e esparamos novos trabalhos, novos pontos de vista, novos temas. E, claro, desejamo-lhes sorte e vitória!”.

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *