“Agentes da Lei e Ordem vão evitar actos que configurem excesso de zelo na sua actuação na terceira prorrogação do Estado de Emergência” -AMOPAIP

A Associação Moçambicana dos Polícias (AMOPAIP) assegura que os agentes da Lei e Ordem vão respeitar escrupulosamente o pressuposto no âmbito das sanções previstas na terceira prorrogação do Estado de Emergência, em vigor desde terça-feira.

As medidas de execução administrativa, aprovadas pelo Governo estabelecem que quem violar as normas está sujeito a pena de prisão de 03 a 15 dias convertida em multas.

Em comunicado, o Presidente da AMOPAIP, Nazário Munambane, diz que os polícias vão evitar actos que configurem excesso de zelo na sua actuação.

Por outro lado, Muanambane saúda o Presidente da República, Filipe Nyusi, pelas medidas de relaxamento, no âmbito da prevenção da COVID 19.

Muanambane fez saber que em todo o país os membros da agremiação estão focados em campanhas de sensibilização das comunidades para a prevenção da pandemia.

( RM)

Tags:

Adicionar um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *