Assembleias de votos e urnas incendiadas em Niassa

Loading...

A noite eleitoral foi marcada por violência generalizada e nalguns casos extrema, no centro e norte do país. No distrito de Lago, posto administrativo de Maniamba (Niassa), 6 assembleias de voto com 4605 eleitores inscritos foram incendiadas por supostos simpatizantes da Renamo que estavam furiosos com alegada fraude. O caso deu se na EPC Milagre Mabote. As salas de aulas onde funcionaram as 6 assembleias de voto foram reduzidas a cinzas, conforme mostram as imagens enviadas pelos nossos correspondentes.

“O centro de votação de Maniamba estava a funcionar com seis mesas de voto. Depois de terminar com o processo de votação, logo na hora para contagem de votos, a oposição cercou a EPC Milagre Mabote e, a Polícia quis dispersar a eles, tendo disparado para o ar. Com aqueles tiros, simpatizantes da RENAMO atiraram muitas pedras contra os agentes da Polícia e queimaram todas urnas. Os MMVs, jornalistas e até a Polícia refugiaram-se para as matas. Um carro da Polícia socorreu os agentes que estavam nas matas”, reportou nosso correspondente na madrugada de hoje.

Esta manhã confirmou-se o cenário de destruição. As urnas abandonadas acabaram incendiadas, incluindo boletins de votos e kits contendo o material de votação e as salas de aulas que serviram como assembleias de voto.

CIP Eleições

Loading...

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *