GCCC apreende imóveis e viaturas pertencentes a Maria Helena Taipo

O Gabinete Central de Combate a Corrupção ordenou, esta semana, a apreensão de imóveis e viaturas pertencentes a Maria Helena Taipo, antiga Ministra do Trabalho e actual Embaixadora de Moçambique em Angola. Maria Helena Taipo é citada no desfalque de 100 milhões de meticais retirados do Instituto Nacional de Segurança Social.

Maria Helena Taipo é arguida principal no caso de corrupção que resultou na apropriação fraudulenta de cerca de 100 milhões de meticais retirados do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS).

Segundo se apurou os investigadores recolheram os bens da arguida em cumprimento de um mandato judicial, por suspeita de terem sido adquiridos com dinheiro proveniente do desfalque, igualmente foram recolhidos vários documentos tidos como importantes para o apuramento dos factos. As buscas dos magistrados estenderam-se a mais seis arguidos que, juntamente com Helena Taipo, respondem pelo desfalque do INSS, onde foram recolhidos volumes consideráveis de documentos de prova.

Neste processo, em que o GCCC já constituiu pelo menos sete arguidos, Helena Taipo é apontada como tendo-se beneficiado de grande parte dos fundos sacados dos cofres do INSS em 2014, quando exercia cargo de Ministra do Trabalho, que tutela a instituição.

Segundo indicam os autos, que tiveram suporte nas investigações levadas a cabo pelo Ministério Público e Inspecção Geral da Finanças, a governante recebeu os valores por via de transferência bancária de empresas que celebravam contratos com o instituto. Era uma forma de agradecer a ministra pela assinatura de contratos de investimentos em imobiliária e prestação de serviços entre o instituto e diversas empresas. E uma das empresas que terá pago comissão à antiga ministra do Trabalho para assegurar contratos de investimentos na área imobiliária é a OPWAY Moçambique.

Em 2014, o INSS assinou contratos com a OPWAY e posteriormente com a NADHARI/OPWAY Moçambique Limitada para a construção de prédio na Baixa da cidade de Maputo. Recentemente, o INSS rompeu o contrato com a NADHARI/OPWAY supostamente devido ao incumprimento dos prazos para a entrega deste edifício.

Helena Taipo já foi notificada para uma audição que decorreu em Novembro do ano passado no Gabinete Central de Combate à Corrupção.

Actualmente Embaixadora de Moçambique em Angola, Helena Taipo foi Ministra do Trabalho nos dois mandatos de Armando Guebuza e de 2015 a 2018, foi Governadora da Província de Sofala.

Miramar

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *