Filho de cabeça-de-lista da Renamo, menor de idade detido pela PRM numa esquadra na cidade de Tete

O filho da cabeça-de-lista da Renamo, por sinal menor de idade encontra-se detido pela Polícia da Republica de Moçambique numa esquadra na cidade de Tete.

A detenção do menor decorreu na sequência dos últimos tumultos que ocorreram na cidade de Tete no último dia da campanha eleitoral.

O Comando-Geral da Polícia da República de Moçambique confirmou a invasão da sede da Renamo naquela autarquia armando que visava resgatar três indivíduos, entre os quais um adolescente de 13 anos, que estavam mantidos em cativeiro, por alegados membros e simpatizantes daquela formação política.

Descontrolado! Foi assim que a PRM descreveu o ambiente que se viveu na cidade de Tete, nas últimas horas da campanha eleitoral.

A confusão começou quando caravanas de dois partidos políticos cruzaram – se e entraram em pancadaria.

 Como resultado da operação, a Polícia deteve 12 indivíduos que não especificou a sua filiação partidária e garantiu que estão a correr processos para que estes sejam responsabilizados.

Treze pessoas deram entrada no domingo, no banco de Socorros do Hospital provincial de Tete, com diversos tipos de ferimentos em resultado da pancadaria entre membros da Frelimo e Renamo.

No cômputo geral, a PRM registou durante os 13 dias de campanha eleitoral cinco mortos, 20 feridos e 26 detidos.

O País

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *