Egídio Vaz critica Mr. Bow: “Homem que é Homem pega a roupa e sai”

Parece que os próximos dias não serão nada agradáveis para o músico moçambicano Salvador Pedro Maiaze, ou simplesmente Mr. Bow.

O jovem músico está exigindo que se faça uma divisão dos bens com a Maria de Lurdes, a sua antiga esposa. O mesmo alega que os referidos bens foram adquiridos por ambos durante 8 meses de casados. Uma alegação que é refutada pela empresária moçambicana, Maria de Lurdes.

Após o caso ter sido tornado público, muitas personalidades reagiram em torno da situação do casal.

O politólogo moçambicano Egídio Vaz, não ficou para trás. O mesmo usou a sua conta pessoal da maior rede social do mundo para dar o seu parecer sobre o assunto.

“LARGA os bens, oh jovem!

Sempre defendi o direito dos cidadãos à felicidade. Jamais defenderei o direito à vigarice. O adultério não é crime, porém, causa bastante para o divórcio.

Um homem, quanto muito jovem, que se confia a si e nas suas habilidades, jamais iria ao tribunal para à luz da lei, expropriar uma mulher que ele próprio traiu de forma sinistra e impiedosa. Pior, consciente da sua insignificante contribuição para este mesmo patrimônio. Esse homem só pode ser uma espécie melhorada do anjo Satanás. Isto acontece só com parceiros do Diabo e seus assessores. Agora faz sentido aquela foto do curandeiro.

Homem que é Homem pega a roupa e sai. Consciente que andará de chapa por alguns anos e reerguerá das cinzas”, escreveu Egídio Vaz.

Via Mozmassoko

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *