O PCA do INSS, Francisco Feliciano Mazoio e antigo PCA da CTA Rogério Manuel, figuram como os principais acusados pelo Ministério Público num caso de compra de quatro