O presidente do concelho autárquico de Nampula, Paulo Vahanle, denunciou que tem vindo a receber ameaças de morte nos últimos cerca de três meses com recursos a chamadas