Recenseadores não sabem usar computadores que servem para registar os cidadãos

Alguns recenseadores recrutados pelo Secretariado Técnico da Administração Eleitoral na Zambézia(STAE), mostram dificuldades serias no manuseamento dos famosos mobiles, ou seja, os computadores que servem para registar os cidadãos. Prova disso, logo no primeiro dia do recenseamento, os brigadistas afectos ao Posto de Recenseamento da Escola Primária de Quelimane, falharam dados do governador da Zambézia, Abdul Razak, que se recenseou naquele posto. Quando se pensava que fosse apenas uma situação por ultrapassar, uma semana depois…

"Recenseadores não sabem usar computadores que servem para registar os cidadãos"