Governo moçambicano justifica agravamento de taxa de carta de condução

A vice-ministra dos Transportes e Comunicações, Manuela Rebelo minimiza o impacto que terá o agravamento das taxas dos serviços prestados pelo Instituto Nacional dos Transportes Terrestres (INATTER), de acordo com um regulamento aprovado recentemente pelo Governo. No entanto, a emissão ou renovação de carta de condução deverá passar dos actuais 500 meticais para 2500 meticais, o que corresponde a cinco vezes ao preço actual. A venda do livrete vai passar dos actuais 88 meticais para…

"Governo moçambicano justifica agravamento de taxa de carta de condução"

Última Hora: Governo congela o agravamento das novas taxas de condução

Ainda não foi desta que as novas taxas de condução entraram em vigor no mercado. O Instituto Nacional dos Transportes Terrestres (INATTER) decidiu congelar o agravamento, previsto para sexta-feira passada. No entanto, “adiada até que seja suficientemente divulgada”, escreve o Observador, citando um comunicado emitido pelo INATTER. Os novos preços determinam que uma carta de condução passe a custar quase oito vezes. A taxa de exame de condução para automóveis ligeiros, pesados, motociclos e tractores…

"Última Hora: Governo congela o agravamento das novas taxas de condução"

Governo aumenta em 500% preço da carta de condução e em mais de 2000% o exame de condução em Moçambique

O preço da emissão ou renovação de uma carta de condução biométrica em Moçambique vai ser agravado em 500 por cento. O @Verdade apurou que já esta semana outros serviços prestados pelo INATTER também serão alvo de aumentos exorbitantes como a emissão de livrete, que passa a custar 1.850 meticais, ou os exames de condução que será taxado em 2.185 meticais. Depois de haver introduzido taxas para matrículas personalizadas de veículos e revisto o custo…

"Governo aumenta em 500% preço da carta de condução e em mais de 2000% o exame de condução em Moçambique"

” É ilegal proibir vidros fumados nos carros “, diz Procuradoria

A Procuradoria da Cidade de Maputo reagiu aos actos da Polícia de Trânsito, em interditar e penalizar condutores cujas viaturas têm vidros fumados. De acordo com a Procuradoria, o fundamento da Polícia não tem cabimento na Lei, pois no seu entender, o artigo 118 do Código de Estrada, o mesmo invocado pela Polícia para proibir o uso de vidros fumados, refere que “Considera-se transformação de veículo, qualquer alteração das suas características construtivas ou funcionais (…)…

"” É ilegal proibir vidros fumados nos carros “, diz Procuradoria"

Última Hora: “Polícia Municipal não pode fiscalizar viaturas particulares”, disse Directora Geral do INATTER

A Directora Geral do INATTER encerrou o barulho sobre actuação da Polícia Municipal na fiscalização de carros particulares. Durante o encerramento do Conselho Coordenador, a Directora Geral do INATTER, disse que a Polícia municipal de Maputo não tem competências para fiscalizar viaturas particulares. A Directora Geral do INATTER, disse que é da competência da polícia municipal a fiscalização de normas de estacionamento de veículos, e controlo de rotas rodoviárias de transporte semi-colectivo de passageiros, incluindo…

"Última Hora: “Polícia Municipal não pode fiscalizar viaturas particulares”, disse Directora Geral do INATTER"

“Polícia Municipal tem sim competências de fiscalizar cartas e seguros”, diz INATTER

INATTER esclarece que Polícia Municipal pode fiscalizar cartas de condução e seguros em viaturas A instituição que regula os transportes terrestres aponta o artigo 10 do Código de Estrada como esclarecedor em relação às competências das autoridades de trânsito, incluindo a Polícia Municipal. “Se calhar, a forma como olhamos para o artigo décimo pode ser diferente, mas ele elenca as instituições que têm competências para fiscalizar. Não só os conselhos municipais, como também faz referência…

"“Polícia Municipal tem sim competências de fiscalizar cartas e seguros”, diz INATTER"

Falso o documento da INATTER que considera ilegal passar multa por causa de “vidros fumados”

A Polícia da República de Moçambique  junto a INATTER  confirmou a falsidade do  documento que foi supostamente emitido  INATTER  que considera ilegal passar multa por causa de “vidros fumados”. A Polícia lançou uma operação contra viaturas com características originais alteradas, sobretudo aquelas que circulam com vidros fumados. O Comando-Geral justifica a operação afirmando que alguns criminosos que cometem assaltos e raptos alteram as características dos vidros das suas viaturas para dificultar a visualização por parte dos…

"Falso o documento da INATTER que considera ilegal passar multa por causa de “vidros fumados”"