Académico Ismael Mussá defende cancelamento do ano lectivo 2020

O académico e político Ismael Mussá considera, 2020 ano perdido para o Sistema Nacional de Educação (SNE), daí que defende que o mesmo seja cancelado, tal como em outros países africanos devido a pandemia do novo Coronavírus.

“É um ano perdido… Façamos a semelhança do que o Malawi vai fazer e o Quénia fez. Este não é o fim… É um momento crítico da nossa vida, como Estado e não é caso só do nosso país, mas é do mundo em geral”, disse.

Ismael Mussá acredita que com o cancelamento do ano lectivo, as autoridades de educação teriam mais tempo para analisar as condições das escolas.

“Durante estes anos todos, fomos construindo escolas e fizemos a expansão do ensino, foi positivo, mas não acompanhamos com a qualidade não só da docência, mas das próprias escolas.
Eu acho que este é o momento do Governo aproveitar os apoios internacionais para melhorar as condições das escolas”, disse Mussá, no programa Noite Informativa, desta quarta-feira (22).

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *