“A Junta Militar já não é problema da Renamo é dos moçambicanos”, afirma Elias Dhlakama

O deputado da Renamo, Elias Dhlakama, fez este posicionamento numa entrevista recente ao jornal Dossiers & Factos. É um problema da Renamo que já saiu da Renamo. É um problema dos moçambicanos”.

Perguntado pelo jornal sobre que estratégia haveria de usar se ele fosse o Presidente do partido, Dhlakama absteve-se de fazer comentários. “Como não sou (o Presidente) neste momento, não posso tecer nenhum comentário. Se eu fosse, já teria uma estratégia de como ajudar o país a sair deste problema”, respondeu.

Na sua opinião, o país oferece condições para que qualquer reivendicação seja feita por vias não armadas. “O povo moçambicano precisa de Paz, e neste país há espaço para reclamarmos por outras vias aquilo que acharmos que queremos, ou que devia ser” afirmou Dhlakama, distanciando-se, contudo, de opinar sobre o mérito ou não das reivindicações da Junta Militar. “Não sou eu quem deve dizer se estas pessoas estão cobertas ou não de razão”.

Sala da Paz

Adicionar um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *