Mais uma vez Juiz nega liberdade de R. Kelly, apesar dele usar como argumento, o perigo de contrair corona vírus

R. Kelly deve permanecer na prisão, apesar do medo de pegar o corona vírus.

R.Kelly viu a sua tentativa de sair da prisão fracassada.

Isso porque um juiz acabou com a tentativa do cantor de sair da prisão da MCC em Chicago, por causa do medo de pegar o coronavírus.

O advogado de R. Kelly, Steve Greenberg, insistiu que seu cliente estava na prisão enquanto aguarda julgamento por extorsão, por supostamente supervisionar uma empresa de sexo que explorava meninas e mulheres adolescentes.

R. Kelly alegou que ele corria um alto risco de pegar o coronavírus por causa das condições insalubres dentro da prisão, onde ele disse que era “impossível” praticar o distanciamento social.

Para piorar a situação, o homem de 53 anos ainda está tentando se recuperar de uma operação de hérnia que passou por trás das grades em janeiro de 2020.

A juíza distrital dos Estados Unidos, Ann M. Donnelly, reconheceu as justificáveis ​​preocupações de R. Kelly por sua saúde, mas o temor de Deus não foi suficiente para libertar cantor “I Believe i can fly” especialmente porque não houve casos de COVID-19 na MCC.

“Embora eu simpatize com a ansiedade compreensível do réu em relação ao COVID-19, ele não estabeleceu razões convincentes que justifiquem sua libertação. Atualmente, não há casos confirmados de COVID-19 na MCC em Chicago”, disse o juiz Donnelly.

O juiz também disse a R. Kelly que não usasse a sua operação de hérnia como desculpa para argumentar que ele corre um risco maior de contrair a doença mortal.

“Embora o réu tenha sido operado durante seu encarceramento, ele não explica como seu histórico cirúrgico o coloca em maior risco de doença grave”, escreveu o juiz Donnelly.

E o mais importante é que R. Kelly poderia tentar ameaçar as testemunhas no caso dele ou, pior ainda, simplesmente desaparecer se ele for solto de volta à população, pandêmica ou não.

“O réu aqui não demonstrou uma mudança análoga nas circunstâncias que alterariam a conclusão do Tribunal de que ele é um risco de fuga e que ele representa um perigo para a comunidade, principalmente para possíveis testemunhas”, declarou a juíza Donnelly ao negar a moção do cantor.

In: R.H.H, 8 de Abril de 2020

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *