China inaugura maior ponte marítima do mundo entre Hong Kong e Macau

A China inaugurou a maior ponte e túnel marítimos do mundo nesta terça-feira, conectando o centro financeiro de Hong Kong e o polo de jogos de azar de Macau e os extremos ocidentais do Delta do Rio Pérola no centro do boom económico do sul chinês.

A ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau é formada por 55 quilómetros de secções de ponte e estrada e um túnel de 6,7 quilómetros entre ilhas artificiais para permitir que as mercadorias circulem sem obstáculos.

O Presidente chinês, Xi Jinping, comandou a inauguração na manhã desta terça-feira, mas disse pouco além de declarar a ponte oficialmente aberta ao espocar de fogos de artifício projectados em uma tela às suas costas.

O vice-primeiro-ministro chinês, Han Zheng, disse que a ponte ajudará a desenvolver o projeto estratégico chinês de uma “Área de Baía Ampliada” em torno do Delta do Rio Pérola nos moldes de outros dínamos econômicos globais, como a Baía de San Francisco e a Baía de Tóquio.

“Diante deste novo ponto de partida histórico, acreditamos firmemente que a abertura da ponte desenvolverá ainda mais a vantagem especial de Hong Kong e Macau”, disse Han em um discurso na cerimónia.

A ponte, que serpenteia pelo Delta do Rio Pérola a partir da ilha de Lantau de Hong Kong e passa ao largo dos casinos espalhafatosos de Macau, iniciará suas operações na quarta-feira, quando alguns serviços de autocarro começam a circular.

As autoridades de Hong Kong defenderam o investimento de 15,31 biliões de dólares dizendo que consolidará a sua posição como um pólo regional de aviação e logística.

Mas alguns críticos veem a ponte como um elefante branco que é parte de um esforço chinês múltiplo para exercer um controle maior sobre Hong Kong, que o Reino Unido devolveu a Pequim em 1997 prometendo à ilha preservar o alto grau de autonomia e as liberdades individuais negadas na China continental.

@Verdade

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *