“Frelimo e o MDM criam uma aliança para afastar os principais opositores políticos nas autárquicas de 10 de Outubro”, acusa a Renamo

A Frelimo e o MDM criaram uma aliança para afastar os principais opositores políticos nas eleições autárquicas de 10 de Outubro sobretudo no conselho autárquico de Maputo. São acusações da Renamo.

A acusação é da Renamo que viu o seu cabeça de lista por Maputo, Venâncio Mondlane afastado da corrida e Samora Machel Júnior, filho do Primeiro presidente de Moçambique independente.

O cabeça de lista da Renamo, para o conselho autárquico da Matola, António Muchanga, acusa a Frelimo, no poder, e o MDM, na oposição, de terem criado uma aliança para afastar os principais opositores políticos nas eleições autárquicas de 10 de Outubro.

Indiferente ou não às acusações, Roque Silva, secretário-geral da Frelimo, em comício popular na cidade da Beira, no centro de Moçambique, apontou como desafio o resgate da Beira nas mãos da oposição.

A campanha eleitoral com vista às quintas eleições autárquicas de 10 de Outubro, arranca a 25 de Setembro corrente.

RFI 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *