Esposa do 2.º vice-presidente da CNE (pela Renamo) foge do cativeiro

 Um grupo de cinco indivíduos desconhecidos raptou a esposa de Meque Brás, que é 2.º vice-presidente da Comissão Nacional de Eleições. O rapto ocorreu cerca das 16h00 de terça-feira, 25 de Setembro, no distrito de Mocuba, província da Zambézia.

Segundo Meque Brás, que é 2.º vice-presidente da CNE em representação da Renamo, a sua esposa conseguiu fugir e já está em casa. Na altura do rapto, ela deslocava-se na viatura do marido.

Meque Brás encontrava-se na África do Sul, onde acompanhava o processo de produção de material eleitoral.

Os raptores perguntaram à esposa de Meque Brás por que motivo este não estava a colaborar.

Canal Moz

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *