Nyusi reage ao assassinato brutal de Mahamudo Amurane

Nyusi exorta forças da lei e ordem a tudo fazerem para esclarecer a morte de Mahamudo Amurane

O Presidente da República, Filipe Nyusi, reagiu, hoje, à morte do presidente do Município de Nampula, Mahamudo Amurane, alvejado mortalmente, ontem, em frente à sua casa.

Nyusi diz ter recebido a notícia do baleamento de Amurane com sentimento de choque e profunda tristeza.

Para o Presidente, esta morte “Trata-se de um acto hediondo e vigorosamente condenável em todos os sentidos, independentemente das suas motivações, sobretudo por ocorrer no dia em que exaltamos a paz, reconciliação e concórdia no seio da família moçambicana. É um crime vil que contraria os esforços e o apelo que fazemos a todos os nossos compatriotas no sentido de cada um fazer a sua parte para preservar esta paz que constitui o património sagrado de todos os moçambicanos”, refere o Estadista, em comunicado.

Neste sentido, Filipe Nyusi, que considera o crime brutal e irracional, exorta as forças da lei e ordem para “tudo fazerem com vista a que se esclareça o mais rápido possível, a situação em que ocorreu o crime para que os seus prevaricadores sejam identificados, neutralizados, levados à barra da justiça e, exemplarmente, punidos”.

Por outro lado, apelou a todos os moçambicanos a manterem serenidade e colaborarem com os organismos de investigação competentes.

Em nome do Governo, do povo e em seu, o Presidente da República endereçou condolências à família enlutada.

O País

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *