Homens armados da Renamo atacam e libertam reclusos

Um grupo de homens armados do maior partido da oposição de moçambique (Renamo), atacou na madrugada de segunda-feira a cadeia aberta de Inhazonia onde libertou 48 reclusos e roubou diversos bens no posto administrativo de Honde, distrito de Báruè, na província de Manica.

Os homens da liderados por Anfonso Dhlakama também vandalizaram o centro de saúde local onde saquearam medicamentos e a farma da Companhia de Vanduzi, uma empresa do ramo agrícola. Na farma, os bandidos roubaram quatro motorizadas e vários instrumentos de trabalho.

“Na cadeia aberta os homens da Renamo levaram fardamento dos guardas prisionais, algemas, telemóveis, bem como facilitaram a fuga de prisioneiros”.  revelou a porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Manica, Elsídia Filipe

O ataque aconteceu na madrugada da última segunda-feira. Assaltaram o campo penitenciário aberto e introduziram-se numa unidade sanitária. No campo libertaram 48 reclusos e roubaram vários bens. No hospital levaram medicamentos e na Companhia do Vanduzi saquearam material agrícola e motorizadas usadas para campo“, disse Filipe citada pela AIM.

Elsídia Filipe disse que uma unidade das Forças de Defesa e Segurança (FDS) já foi enviada ao terreno para neutralizar os bandidos que continuam a semear um clima de terror na zona de Honde, sobretudo ao longo da Estrada Nacional número sete (EN7) que liga a Manica vizinha província de Tete.

Fonte: Folha de Maputo

Loading...

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *