Mulheres correm para implantar DIU nos EUA antes da tomada de posse de Trump

Dias após a vitória bombástica do republicano Donald John Trump, com a companhia do vice ultraconservador Mike Pence, mulheres dos Estados Unidos iniciaram uma corrida para fazer a implantação do dispositivo intra uterino, o DIU. A razão da pressa é o medo que o novo governo dificulte o acesso a métodos contraceptivos no país e realize mudanças na regulamentação de planos de saúde.

Através de relatos nas redes sociais, mulheres incentivam umas às outras a procurarem seus médicos para a colocação do DIU antes do dia 20 de Janeiro, quando Trump e Pence tomarão posse. O método, que tem 99% de eficácia, consiste na introdução de um dispositivo no útero e tem a vantagem de durar, em média, de 5 a 10 anos.

“Se você pode engravidar: tente colocar um DIU nos 70 dias em que você ainda pode”, escreveu uma americana no Twitter. “Feliz que coloquei um DIU que dura pelos próximos 12 anos”, relatou outra. Para as defensoras da opção, o método é uma garantia de evitar a gravidez até o fim do mandato de Trump.

(veja.com)

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *