Última Hora: Homens Armados da Renamo sequestram e matam Chefe do Posto Admnistrativo de Tica e o Régulo Nhampoca

Homens armados da Renamo plantaram luto no distrito de Nhamatanda na tarde de hoje.

O acto macabro foi perpetrado na tarde de hoje no Distrito de Nhamatanda, província de Sofala.

Segundo a nossa fonte, nos últimos dias as FDS efectuaram muitas incursões no referido posto fazendo com que a população se refugiasse na vila de Nhamatanda e em localidades vizinhas.

Muitos deslocados disseram que as FDS pilharam os seus bens e queimaram as casas nas zonas onde estes residiam e temiam voltar para lá sob risco de morrer. Contrariando a informação que dava conta que os homens da Renamo é que faziam estas práticas.
Durante este período registaram-se muitos confrontos entre as FDS e os Homens Armados da Renamo, que terminaram com a fuga dos homens da Renamo que estavam aquartelados naquele local.

Para acalmar os ânimos da população, uma equipa chefiada pelo Chefe do Posto Administrativo de Tica e juntamente com Régulo Nhampoca reuniu-se com a população que ali se encontrava para pedir que estes voltasses as suas casas e que a situação já tinha sido ultrapassada, não havendo motivos para panco e desespero.

Os homens da Renamo revoltados com a atribuição da autoria prática de pilhagem e vandalização dos bens da população, interromperam a reunião e colocaram o Chefe do Posto Administrativo e juntamente com régulo sob a sua custódia, com a condição de liberta-los depois que o Administrador Distrital os contactassem telefonicamente.

O Administrador tentou sem sucesso contactá-los  atraves de um número por eles enviado com um dos moradores da localidade,  pois o número em causa estava fora de cobertura. Horas depois recebe um telefonema de um técnico de Saúde de Nhampoca dando conta de uma descoberta de corpos sem vida crivados de balas. Corpos que foram confirmados como sendo do Chefe do Posto Administrativo de Tica e do Régulo que até as sua morte estavam sob custódia dos homens Armados da “Perdiz”.

Adicionar um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *